quarta-feira, 3 de novembro de 2010

TARDE TE AMEI - AGOSTINHO DE HIPONA.

" Fizeste-nos para ti, e inquiento está o nosso coração, enquanto não repousa em ti". ( Frase Célebre do teólogo Africano Aurélio Agostinho)

Tarde te amei, ó beleza tão antiga e tão nova! Tarde demais eu te amei! Eis que habitavas dentro de mim e eu te procurava do lado de fora! Eu, disforme, lançava-me sobre as belas formas das tuas criaturas.

Estavas comigo, mas eu não estava contigo. Retinham-me longe de ti as tuas criaturas, que não existiriam sem em ti não existisem. Tu me chamaste, e teu grito rompeu a minha surdez.

Fulguraste e brilhaste e a tua luz afugentou a minha cegueira. Espargiste tua fragrância e , respirando-a, suspirei por ti. Eu te saboreei, e agora tenho fome e sede de ti. Tu me tocaste, e agora estou ardendo no desejo de tua paz.

Quando estiver unido a ti com todo o meu ser, não mais sentirei dor ou cansaço. Minha vida será verdadeiramente vida, toda plena em ti. Alivias aqueles a quem plenamente satisfazes. Não estando ainda repleto de ti, sou um peso para mim mesmo.

Agostinho de Hipona ( 354-430)
Extraído do Livro Confissões

Pastores Sem Fronteiras
" Nas Coisas essenciais, Unidade;
Nas Coisas não essenciais, Liberdade;
Em todas as Coisas, Amor"

Nenhum comentário:

Postar um comentário